google.com, pub-2300500520560310, DIRECT, f08c47fec0942fa0
 
Buscar

Ouro é Lei: Tramando Ideia Rap lança o primeiro álbum de carreira



O grupo Tramando Ideia Rap, composto por Quimo, Nego Iego, Rymu Crespx e DJ Willo, lançou em seu aniversário de sete anos de grupo, 25 de abril de 2021, o primeiro álbum de carreira, "Ouro é Lei". O álbum apresenta uma narrativa de quatro jovens pretos periféricos da região do Parque São Bernardo, em São Bernardo do Campo (SP), por meio de questões sobre ancestralidade, atemporalidade e resgate da autoestima da população negra que tem as suas dores, mas também se diverte, se ama, e que, acima de tudo, está em movimento para conhecer o seu passado para construir um futuro próspero.

Aplicada a atualidade, Ouro é Lei resgata a herança deixada pelos ancestrais, tanto física, como a abundância e a extorsão realizada no continente africano no passado e no momento atual, quanto a histórica, que permitiu o distanciamento das sabedorias e da verdade ocultada durante os séculos sobre a importância da população negra para a construção do mundo que habitamos.

“Está mais do que na cara que o dinheiro está acima da lei. Se você tem dinheiro, é rico, tem privilégios, automaticamente já tem mais espaço em todos os lugares. Pessoas que tem dinheiro mandam em poucas. “Ouro é Lei” tem associação a Regra do Ouro, que é uma proporção perfeita das coisas - o que está para um está para o outro e que fica perfeito quando em equilíbrio, porém o que causa as desigualdades são essa equação que não fecha, sem lei”, explicou Quimo, um dos integrantes do grupo.



“Ouro é Lei!

Não se aplica a lei do ouro

Ouro é Lei!

Riqueza do branco é roubo

Ouro é Lei!

Do veneno extraio soro

Falcão do morro, sou faraó”

“Ouro é Lei” - Trecho da música que dá nome ao álbum.




“Ouro é Lei busca honrar a história pós-diáspora que consagrou a cultura em que estão inseridos e almejam transmitir a força e sabedoria na riqueza eterna deixada por eles, para que o mundo se lembre que a população negra não é descendente de escravos, mas sim dos pioneiros da humanidade, raízes da árvore da vida. Somos afrofuturistas recriando o passado, transformando o presente e projetando o futuro”, comentou Nego Iego.

O álbum contém 13 faixas, incluindo os singles já lançados OQCÊQUERBOY?, OQCÊQUERBOY? II e Girlfriend, produzido e dirigido musicalmente pelo produtor Vibox Beats, além de contar com beats de Bolin ("Sangue") e Pedro Simples ("Puxa e Solta" e "Deixa Chave o Rolê"). Todas as músicas foram pós-produzidas por Vibox Beats, a mixagem e masterização foi realizada por Tan Beats e conta com as participações de Carla Andrade e Alinega.

Em uma sequência de músicas que dividem a obra em momentos de ódio e amor, lado A e lado B, Ouro é Lei nos leva para uma jornada que nasce da fonte das injustiças aplicadas na nossa construção de sociedade, que envolvem diretamente a população negra do país, sendo divida pelo Interlúdio apresentado por Rymu Crespx que nos apresenta a resposta à tudo isso: o amor.

A arte da capa, com a foto de Bruno Martorelli, foi desenvolvida pelo artista visual Lekings, que é conhecido por suas obras referenciando o conceito de afrofuturismo.

 

O álbum "Ouro é Lei" está disponível nas plataformas de streaming e YouTube.


"Ouro é Lei”, contemplado pela Lei Aldir Blanc de São Bernardo do Campo (SP).

 



Youtube: https://www.youtube.com/c/TramandoIdeiaRap/videos

Instagram: https://www.instagram.com/tramandoideiarap/

Facebook: https://facebook.com/tramandoideiarap

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo